O que é um Suprimento na contabilidade da sua empresa?

1-O que é um Suprimento na contabilidade da sua empresa?

Um suprimento na contabilidade de uma empresa é quando os sócios depositam quantias monetárias para satisfazer necessidades de tesouraria da empresa, muitos empresários confundem com as prestações suplementares

 

  • A CRN-Contabilidade junto do gabinete de contabilidade com contabilistas certificados e consultor experientes, nesta matéria desenvolveu este artigo, de modo, a simplificar a sua leitura e procepção técnica quanto aos suprimentos.

 

 

2-Suprimentos Vs Prestações suplementares

As sociedades têm necessidade de capitalizar, seja porque passaram uma fase de crescimento, expansão ou porque podem se encontrar em recessão, bem como, correr riscos de perder o capital próprio (Violando a norma do artigo 35º do código das sociedades comerciais).

 

  • Por norma, as sociedades recorrem a prestações suplementares devido a estas razões. Contudo também pode recorrer a suprimentos, para saber quais as diferenças entre suprimentos vs prestações suplementares.

 

Marcar Reunião info@crncontabilidade.pt

 

3-Quais as diferenças entre suprimentos e prestações suplementares?

Pode consultar de ante mão as diferenças entre os suprimentos e as prestações suplementares, na tabela 1

 

 

Suprimentos

Prestações Suplementares

Função

Capitalização da Sociedade, de tal modo, aumenta o passivo

Capitalização da Sociedade, de tal modo, ajustar o capital próprio às necessidades sociais

Possibilidade remuneração com juros?

Sim

Não

Aumentar a Credibilidade

Não

Sim

Parte móvel do capital próprio

Não

Sim

Influência no passivo

Sim

Não

Influência no capital social

Não

Sim

Restituição

A qualquer momento

De acordo com a situação líquida do capital próprio.

(Artigo 213.º CSC)

Igualdade

_

Têm de ser repartidas proporcionalmente à quota do sócio.

Tabela 1

 

Solicite uma eventual reunião

 

 

4-Exemplos de prestações suplementares e suprimentos

  • Exemplo de prestações suplementares

 

Uma empresa necessitou de aumentar o capital próprio da empresa devido à exigência por parte de uma financiadora em termos de rácios financeiros. Os sócios da empresa não pretendiam aumentar o capital social da empresa, por isso efetuar prestações suplementares proporcionais à quota social de cada um.

 

  • Exemplo de suprimentos

 

Uma empresa em termos de tesouraria tinha a necessidade de entradas monetárias pelos sócios para efetuar a aquisições de imoveis para sua atividade. Os sócios neste caso efetuaram várias entradas de suprimentos conforme as necessidades financeiras da empresa e pretenderam serem remunerados pela empresa anualmente através de um juro sobre os suprimentos entregues.

 

Cuidados a ter:

  • Dirija-se a um gabinete de contabilidade;
  • Aborde um contabilista certificado;
  • Preferência com conhecimentos sólidos em fiscalidade.

 

 

Conclusão

Um empresário procura sempre a melhor direção para a sociedade, em termos de rentabilidade, contudo o objetivo pela qual nos procuram, como, empresa de contabilidade, a CRN-Contabilidade atua em prol da satisfação das empresas, de modo, a enquadrarem-se nas opções certas, bem como optar por prestações suplementares ou suprimentos.

Por favor, caso tenha dúvidas não tome decisões, apoiamos à sua tomada decisão com conhecimentos contabilísticos e fiscais, de modo, a que não cometa erros, que podem ser cruciais à sua estratégia de negócio, logo somos o parceiro número um da sua empresa.

 

Solicite uma eventual reunião

 

5-Prestações acessórias

As prestações acessórias podem vencer juros, contudo não afeta a situação do sócio, salvo acordado o contrário num contrato de sociedade, no que diz respeito aos requisitos de reembolso, nas prestações suplementares depende da integridade do capital social, no caso das prestações acessórias não contem esta limitação.

 

6-Transformar suprimentos em capital

A possibilidade de transformar suprimentos em capital, atendendo às dificuldades económicas e de tesouraria das empresas os suprimentos estão vocacionados a transformarem-se em capital, evitando responsabilidades acrescidas no que respeito a legalização e formalização.

 

Cuidados a ter:

  • Comprovar os suprimentos efetuados;
  • Obter parecer de um Revisor Oficial de contas.

 

Conclusão

Chegamos à conclusão que é legal o aumento de capital social por esta via, contudo com os pontos referidos, em ter em conta, bem como o conhecimento de todas as mais valias.

 

Solicite uma eventual reunião

 

 

7-Como aumentar o capital?

Os empresários necessitam de aumentar o capital para reforçar o financiamento para a sua empresa, através do desenvolvimento de novos projetos.

 

  • Uma operação contabilisticamente direcionada para efetuar a passagem do lucro para o capital social da empresa, ou seja, através de reservas;
  • Reservas da empresa são os lucros obtidos nos exercícios financeiros anteriores;
  • Emissão de ações distribuídas pelos acionistas existentes;
  • Entradas monetarias ou em especie por parte de socios da empresa.

 

8-Emissão de novas ações ou quotas

Emissão de novas ações ou quotas podem ser efetuadas mediante a aquisição de novas ações por parte dos novos acionistas, considerado reforço de capital social.

 

  • Ações, tais são reservadas aos acionistas;
  • Subscritas a um valor inferior à cotação da bolsa;
  • As entradas e saídas de dinheiro ou bens originam mudanças da situação líquida da empresa;

 

As informações abordadas neste artigo contêm pareceres técnicos uteis para qualquer empresário, é importante salientar, também reunir-se com um contabilista certificado, bem como, estar atento as recomendações da OCC, caso seja um colega na contabilidade ou na fiscalidade.

 

A CRN-Contabilidade encontra-se disponível junto do seu gabinete de contabilidade para auxiliar as suas dúvidas.

Contacte-nos através do número 912115169 ou pelo email info@crncontabilidade.pt.

 

Mais artigos do Blog: